terça-feira, 13 de maio de 2008

Mais mulher...


A verdade seja dita : Tou carregada de ânsia. Quero tudo e quero agora.
Esperar incomoda, dilacera, me devora. As idéias amadurecem rapidamente, desejos cada vez mais vivos vão entrando em cena sem que eu possa pausá- los.
A cada amanhecer acordo mais mulher, mais pra frente mesmo carregando verdades que pesam.
Se tornar mulher não me parece fácil ,porém me faz viva. Sou uma alma feminina que sabe exatamente o que não quer e não hesita rejeitar tudo que lhe cause mal.
Só agora posso perceber com clareza os valores que vão se fixando, princípios que com dor e alegria carreguei nos braços e hoje podem se revelar na minha personalidade.
Eu só posso querer ser essa alma que conserva tudo que é verdadeiro, bom e belo.
Há uma mulher gritando dentro de mim, ela pede por liberdade!
E eu sinto, sinto que não posso prendê-la por muito tempo aqui.











8 comentários:

Maria Fernanda disse...

Liberte-a. Talvez ela volte.

Naraiana Costa disse...

Esse post foi um A-HA-ZZO!
haha
adorei!
Cada um tem seu tempo né, relógio biológico grita! Talvez seja o momento mais lindo de nossas vidas. E ninguém fala dele. Porque poucas o sentem com tamanha intensidade. Se você reparar, como um todo, só falam do primeiro período de amadurecimento, da fase de garota, puberdade. No entanto... eu não diria que essa é a fase de se conhecer. Deixamos de lado o que consideramos "infantil" e começamos a fazer tudo o que os outros fazem. A ânsia ai, é pra tentar se igual à maioria.
A fase mais bonita da figura feminina, é virar mulher. É crescer, ter desejos. É a independência sentimental. É querer gritar pro mundo seu sentimento de liberdade. Ela já não precisa ter um homem ao seu lado o tempo inteiro. Ela já não precisa justificar suas atitudes. Ela já não precisa ler revistas de signo pra se entender. Ela já se conhece.
Eu sinto exatamente o que a srta. está sentindo. Com a mesma intensidade. E só há um conselho. Sinta isso até o último dia de sua vida.
beijos,
nara.

.Intense. disse...

E por que prenderia?...

Obrigada pela visita, Vanessa. Gostei daqui tb.

;)

Andreia disse...

Meu povo! A esperança é a última que morre! Foi necessário uma medida extrema pra "curar" meu bloguinho. A partir de agora ele é oficialmente camisola de Algodão, portanto não responde mais ao link de Enquanto Eu Dormia...

Desculpe toda essa chatice minha gente, foi necessário!
Mas, passado o temporal, estamos aí, firmes e fortinhos!!!! rsrsr


Beijãozão para TODOS!!!
( Desculpem enviar mensagem assim "de montão" acho super chato, mas é que o recadinho é muiiiiito extenso.....)
Beijão!!!!!!!!!!!

Esfinge disse...

Pelo modo como escreves com certeza está mais do que pronta para a liberdade, a feminilidade que emana de suas palavras, a cultura, docilidade e ânsia de vida fazem com que eu a imagine mesmo uma encantadora mulher.

Abraços!

Dih da Pâhzinha... disse...

Nooooooooossa! olha cada pessoa tem seu tempo, esse pode ser o teu, mas muito cuidado! As vezes pensamos que esta na hora mas verdadeiramente nao está...

Quando libertar essa mulher passa la no blog e me conta tudo....

Abração...

http://dihdusbeko.blogspot.com/

Cintia disse...

Nós somos DI-VI-NAS! ;)

.Ná. disse...

Grite. Todo mundo tem direito ao grito. Mas grite pra valer, nada daquele gritinho muxoxo, borocoxo, de quem pede esmola, talvez. Tem que ser um grito Puro, o grito da mulher que quer ser liberta e vai se libertar sempre, a cada dia.
Um beijo