sexta-feira, 6 de junho de 2008

[...]



Quase sempre quando fico triste por algum motivo, meu corpo adoece junto.
Hoje foi assim, depois de um acontecimento que deixou meu coração meio frouxo, todo resto se contaminou.

Dor de cabeça intensa, corpo mole e náuseas.

Levantei da cama para escrever esse post com muito esforço, fiquei a noite toda no meu quarto escuro.
A falta tá sentido-se dona de tudo por aqui.

Tou de mãos atadas com essa transparência que nao me deixa fingir que as coisas estão bem, perdida com a sensação de frases roubadas, de sol apagado.

Não te liguei, não mandei sms em busca de retorno, prefiro sentir a falta por inteiro.
E quando você chegar, que seja inteiro também.
Cansei, cansei dessa pouca coisa, e você sabe disso.


PS. Amigos, desculpem caso haja palavras desconexas ou qualquer coisa do tipo.
Hoje tá difícil exteriorizar, não consigo organizar os pensamentos.
Hoje o medo bateu à minha porta e num passo de fraqueza, eu o recebi.

Beijos iluminados a todos.

15 comentários:

Naraiana Costa disse...

Ta ai?

Dani disse...

Tem dias que a energia esgota, mas não deixa ela te dominar por muito tempo n viu? É bom estar no querto escuro, curtir um pouco as nossas dores e dissabores, mas deixa o sol entrar para que possa levantar, lavar o rosto e partir pra luta.
=)

.Intense. disse...

Vanessinha!
(olha a intimidade...)

Obrigada pelas visitas e pelo apoio...desculpa a ausência - além do down que deu nos primeiros dias, a vida tá uma correria.

Na verdade, fiquei preocupada e curiosa sobre o post - tipo, o que aconteceu?rs liga não, mas é que eu sou super curiosa mesmo

=/

Nem sempre receber o medo é sinal de fraqueza, ou erro. Receber ele pela porta da frente, pode ser bom, e positivo. Saber como agir com ele te observando, te incitando, te manipulando. Agir da melhor maneira pra vc.

Cuida do corpo e da cabeça - não esquece tb do coração!


Beijos intensos!

ps.: eu já disse o tanto que eu te acho bonita? oO

.Ná. disse...

Quando a gente fica triste, nosso corpo fica vuneravel.. nessas ultimas semanas, depois de uma tragédia, eu fiquei com gripe, torci o pé, sofri uma inflamação no nervo da costela.. e tô tomando remédio ainda... A tristeza é a porta de entrada de todas as doenças, sabia?
Beijos

Raysla Camelo disse...

Ah! Me desculpe, mas eu tive que comentar antes mesmo de ler o texto. Eu tava pensando sobre o que escrever no meu blog e pensei "vou falar das coisas que perderam a graça", aí, puft! abro o seu blog e vejo a descrição dele!

Que massa!

Raysla Camelo disse...

Ah, sim, sobre o texto...
Eu tenho dor de estômago quando estou ansiosa, e geralmente não fico assim só nos feriados.
=D

Lily disse...

querida! esses momentos são péssimos, mas às vezes necessários! às vezes o corpo pede calma, mesmo q seja na marra, e não há o que se fazer além de respeitá-lo!

mas tenha certeza q essa fase passa! :)

bjkss

ki-colado disse...

Para ser um inteiro,
não serve meia metade.
E essa é a verdade.

Saudações!

Naraiana Costa disse...

Nosso dia foi lindo, foi como poucos. Obrigada viu Van? Por tudo..
Você perdeu o pós-filantropia... ushauhsuaihsuias

Cin disse...

Se não for inteiro, n vale a pena.
Desabafar é sempre bom!
Boa semana! bjos!

Aline disse...

Vc tá certa, não aceito o meio termo, o morno. Sofra com o frio da solidão, mas se for pra queimar, que se queime no ardor da paixão.

Bjm

TOOP disse...

Nem me fala... tenho gastrite, e quando fico péssima... meu corpo sofre diretamente.

E sem estar com quem se quer... é um pouco pior.

Bjiiii

nanda disse...

"deixa a chuva cair, que o tempo bom há de vir"

bJos

BABI SOLER disse...

Esse post veio a calhar.
Tudo a ver comigo hoje.
Um beijo

Naraiana Costa disse...

Tem um presentinho pra você no meu blog.