sábado, 25 de outubro de 2008

Das perdas.

Eu iria continuar a escrever, iria continuar a deixar em frases soltas tudo o que eu venho sentindo durante esses dias desde a separação. Resolvi parar. Sentei aqui e decidir que esta é a última página que escrevo.

Andei amando loucamente, como há muito tempo não acontecia. De repente, meu relacionamento desandou. Chorei, ouvi Nando Reis, Leoni, tive insônias, escrevi compulsivamente. Sinto que chegou a hora de parar. Parar de escrever declarações de amor, chegou a hora de mudar esse sentimento.

Passei parte de meu tempo lutando pelo respeito ao que eu sentia, pela minha liberdade.

Lutei, embora sem qualquer resultado, pelo cara que eu amo. Não me arrependo de nada que vivi, do que passei. Carrego minhas dores como se fossem troféus, sei que se entregar intensamente aos relacionamentos é perigoso, tão perigoso quanto ficar na margem, sufocando sentimentos: a única diferença é que se paga um perigo com prazer, com dignidade, e com um sorriso, mesmo quando esse é carregado de lágrimas.

.

.

Texto retirado do arquivo de textos, que eu adquirir durante duas semana enquanto tentava aceitar e compreender algumas perdas, algumas lutas.

17 comentários:

Jéssica disse...

Isso se chama reconhecimento a si mesmo, ou a qualquer coisa que voce queira se prender. As coisas são assim mesmo, o tempo vai te melhorar e no final você vai ver que toda essa dor serviu para te fazer crescer =D

;**

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

olha...
eu não te perdoo

vai ter que pagar pedágio:\

.Intense. disse...

Perfeito. Arquivo de textos significa que vc que escreveu? Me passou da fase um pouquinho, mas me veste tão bem!

Não escuta com sumiço que tá todo mundo meio sem tempo...não vou responder como eu estou, mas te digo que a data do tcc tá cada vez mais próxima...vamos ver como vai ser! eu tou otimista!

;)
;*

[ menina da cidade luz] disse...

Encantada com o seu blog!

Daniel Abreu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Abreu disse...

Gosto da sua força, mesmo quando está fraca.

Beijo

Rosangela disse...

Nada é tão sublime quanto amar...ainda que o amor não de certo, ele jamais dá errado, ficam momentos felizes...E fica a certeza de possuir o melhor de todos os dons, quantas pessoas não sabem o que é isso...

beijso no coração..

Danielle Alexa disse...

É...já perdi muitas pessoas que amava... chorei, sofri..
Realmente dói, mas uma hora você tem que parar e pensar em você mesma!
Ter amor próprio é preciso nessas horas.. :/

Caféína disse...

é ruim qdo nos sentimos incapazes de despertar sentimentos nas pessoas...principalmente qdo queremos...

Jéssica Feller disse...

1º toda a sorte do mundo com seu TCC, eu ainda tenho até dezembro do ano que vem, e já estou me descabelando.

2º ainda bem que não estou sozinha nessa

3ºesse texto é MARAVILHOSO. parabéns! MESMO

:*

Conde Vlad Drakuléa disse...

Infelizmente Deus acha que só devemos evoluir e crescer através da dor! Não gosto desse sistema, mas se serve de consolo estamos todos no mesmo barco! E essa tempestade vai passar e encontrarás um porto seguro! Creia, acredite em você, você é importante, faz a diferença!
Beijos do conde!

Ane Talita disse...

É na "fraqueza" que encontramos as nossas maiores forças!

beijão, flor!

=)

Janete Andrade disse...

dor tb é aprendizado! se a gnt sofre qdo se entrega demais a um amor tb amadurece... :x

**;

.Ná. disse...

tudo vai ficar bem, tudo vai se resolver e, no fim, você perceberá que tudo teve um significado positivo em sua vida.
Beijos

Michele disse...

Querida, sem dúvida ser intensa tem seu preço! Eu já paguei caro, em seguida, jurei nunca mais pagar um centavo, mas só até me entregar completamente outra vez. A verdade é que a dor, quando se encontra e se perde um amor, é a mesma tendo você mergulhado fundo ou não. Então, o jeito é viver o dia, ser feliz ali e colecionar perdas como troféus sim, porque elas sempre nos ensinam coisas demais. Muitas!


Um beijo grande!

Layz Costa disse...

Van, você vai sair disso mais forte, acredite. Eu sei que agora a dor, a decepção e tudo quanto te sufoque, te maltrate não vão te deixar em paz, mas elas nos fazem crescer, nos tornarmos melhores, mais bonitos e seguros pro que há de vir. Moça,se ame, se descubra e valorize quem valoriza você. Eu torço demais pelo seu sucesso, pela sua vitória. beijo =*

Y a s h a disse...

E às vezes me pego sorrindo, mesmo chorando.

Não sabia do que tinha acontecido... O momento pode não ser dos melhores, mas é muito bom não se arrepender, ter vivido realmente cada momento, e viver intensamente cada um deles sim, porque só assim pra sair com a consciência limpa, com a alma lavada, apesar das dores.

Se cuida. ;*