terça-feira, 30 de junho de 2009

Silêncio: Tem gente sem paciência.

Hoje fiz um acordo com o silêncio. Mas não o silêncio moribundo, em que nada se diz. Fiz um acordo com o silêncio pacificador e, por hora, mentiroso. Aquele que usamos pra não gerar atritos. Aquele que usamos pra fingir calmarias. Tá feito, eu o utilizo e ele maqueia as circunstâncias que ameaçam a fazer barulhos em torno de mim, mantendo-me num perfil de paciência duvidosa.

7 comentários:

ninguemsabe disse...

fazia tempo que eu não vinha aqui, né?
agora olha eu aqui de volta!
espero que esteja tudo bem...
shiiiiiuuuuu!
beijo

[ rod ] disse...

O silêncio conduz o ser mortal a quieto pensar.

Bjs moça e vim te convidar.



A saga dos 12 textos já começou... Venha conferir no dogMas, diariamente, de 01 a 12 de julho.


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Y a s h a disse...

Nunca fiz acordo de papel passado com esse tal silêncio, mas acho que ele já me conhece muito bem porque sempre me maqueia depois que eu inspiro e tento evitar certas coisas, certas palavras. Sou uma pessoa de muita paciência, de abusar de paciência mesmo, mas até ela, por vezes, me falta.

Beijos, flor. E não some!

Caféína disse...

Eu sempre faço silêncio, muitas vezes sou chamada de covarde

Caféína disse...

Eu sempre faço silêncio, muitas vezes sou chamada de covarde

Baaah disse...

Entendi..
Esse tal silêncio que uso sempre.
R que aliás,passou de 'por hora mentiro' para 'quase sempre verdadeiro'.

Fazia tempo que não passava por aqui.heh
=***

Jéssica disse...

É aquela espera tictaqueante, que você encontra nos consultórios. Todo mundo parece muito complacente e paciente, mas sempre tem alguma coisa inquieta, uma perna, uma mão, os dedos tamborilando na cadeira, uma unha toc-toc-toc na mesa...

Às vezes esses silêncios fingidos, essas paciências escondidas dão prévia a uma tempestade maior. Toma cuidado.

Não sei se peguei bem a linha do texto, mas enfim =/

;**
(to com saudade. como voce tem andado, o que tem feito, pra onde tem saído? me conta vai, como tá essa vidinha aí... :D)