segunda-feira, 5 de julho de 2010

Quando penso em coisa boa...


Quando penso em coisa boa, penso em sexo, nescau, e cama. Penso ainda em chocolate, conta bancária cheia no final do mês. Em praia e ficar no sol e não me bronzear. Penso em macarrão e bife quentinhos. Penso em escrever, Nando Reis e em banana com leite e açucar. Coisa boa, eu penso: não trabalhar na segunda e nem trabalhar final de semana. Penso em café com leite, em sorvete de côco verde, em cama quentinha. Coisa boa é água fria caindo pelo corpo em um dia de calor,  guarda-roupa lotado de shorts jeans e regata, Sex and the City e biscoito passatempo com todynho.  

Quando penso em coisa boa, penso na amiga dizendo que ficou com saudade, penso em balança apontando menos um quilo. Coisa boa: dançar sem vergonha, me sentir bonita, olhar no espelho e gostar do que vejo. Penso em livros, perfumes, e cheiro de terra molhada. Quando penso em coisa boa, penso em declaração de amor fora de hora, em beijo com estalo e mordida de leve nos lábios. Penso em chuva e filme passando na TV, em orgasmo e banho depois. Penso em vida, na minha vida.

Por que, um dia, a gente acorda e não quer lembrar das coisas ruins. A gente acorda e esquece de esqueletos nos armários, e só queremos lembrar de detalhes, pequenas coisas boas que tomam uma dimensão enorme quando a gente abre o peito pra recebê-las.

7 comentários:

Noe* disse...

SEu texto fez com que eu me sentisse tão leve! E esboçasse um sorriso!
Adorei dona boneca ;)
Um beijo =*

Daniel Abreu disse...

Você tá muito taradinha.

=]

Rafael Soeiro disse...

Vendo esse texto cai na real que crescemos!

meus instantes e momentos disse...

muito, muito, bom o texto.( menos do nescau ( rs
gostei daqui..
Maurizio

Michele disse...

Van, essas coisas boas, quando devidamente reconhecidas por nós, nos enche o peito e a vida de alegria. E coisa boa, só traz ainda mais coisas boas!

Um beijo, querida!

Michele disse...

Van, só temos (Feijão e eu) a lhe agredecer por tantas coisas boas que você nos desejou, por tanto carinho, por esse abraço quentinho que pude sentir daqui! Obrigada mesmo!

Penso que a gestação deve demorar 8 meses e um século pra terminar, mas curto cada dia, cada momento e curtirei ainda mais quando começar a melhor parte: os chutinhos e mexidas que a gente vê aqui do lado de fora! Por enquanto, são só os enjôos e a minha forma de quadrado barrigudinho declarando a gravidez. Não sinto nada ainda... Não vejo a hora! hehe

Muitos beijos pra você!
E saiba que é bom demais compartilhar a vida com amigos como você!

Naraiana Costa disse...

Rapaz, dan me faz rir muito com os comentários dele.