segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Não se abandone.

Não abandone você por ninguém.

De vez em quando abrimos mão de algumas coisas por outras pessoas que amamos. Se vale a pena? Vale sim. Quando você, por si só, achou melhor desviar o caminho, acreditou que seria mais feliz abrindo mão de algo por alguém. Mas se fez por medo de machucar o outro, coração ficou apreensivo, ficou frustrado. Dê meia volta e retome o que era seu.

Digo isso porque vejo muita gente abrindo mão de coisas que adora, porque quem supostamente a ama, não aceita. Que amor é esse, hein? Amor que não aceita o outro em sua totalidade? Que quer pôr fim na essência, colocando por água abaixo tanta luta que se fez pra ter um caminho bonito?

Ver um castelo que se construiu por tantos anos ser abandonado em prol de alguém que por capricho não quer você nesse caminho, é ilógico demais pra mim.

É ilógico demais pra mim, e me refiro em especial às mulheres, pessoas que deixam de usar roupas porque o outro ao seu lado não curte. Muda seu modo de falar, seus gosto musicais, abre mão da carreira. E sabe depois? Nem se reconhece mais no espelho.


Me encontre no twitter também: http://twitter.com/bam_moreira

6 comentários:

doce cabana disse...

Nossa, que linda esta frase de Clarisse, não conhecia...E amei. Obrigada pela visitinha...Olha, ve se nao deixa de passar amanha, estarei com tres sorteios...uhuuuuuuuuuuu...beijokas e ótima semana linda!

Mila disse...

Gostei tanto que tomei a liberdade de compartilhar o link desse post no Facebook e, como eu diisse lá, é uma coisa tão óbvia que é sempre bom lembrar, porque de tão óbvio a gente deixa de prestar atenção nessas coisas e esquece de evitar esse auto-abandono. Infelizmente, às vezes acontece...

LUÍS POETA disse...

Vanessa. Está feito então. Acho que temos uma linguagem parecida na forma de colocar as coisas. Eu gosto da vida como ela é, embora nem sempre concorde. Tenho certeza que as pessoas que curtem o meu trabalho também vão gostar do teu. Aqui em Porto Alegre sou expositor da maior feira de arte, artesanato e antiguidades do nosso estado, que é inclusive patrimônio tombado. Enfim... Acesse http://www.luis-poeta.blogspot.com e sinta-se em casa.

Jacqueline Soares disse...

~'.Pois é...
A mudança tem que vir de dentro.
Se queremos e achamos que precisamos mudar pelo outro e você se sente realizado com isso? ótimo, se sacrificar pelos outros é que não vale!
Gostei do texto..
Beeeeijoss, fica bem!

Michele disse...

Estou com você, querida! Se quiser mudar, que faça por você mesmo! Porque achou necessário, porque a vida tomou aquele rumo. Jamais porque alguém assim o quis. Até porque se alguém não te aceita como você é, não te ama de verdade! O amor aprende a somar nas diferenças! :)


Um beijo grande!
Boa noite!

Day Pinheiro disse...

tem coisa que a gente não entende sem viver.
tem sorte quem acha amor de verdade. porque amor de verdade é incondicional, não é?! quem não acha, submete-se a estes caprichos, certo de que o encontrou.