segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Do que eu não sei dizer.


E o que eu faço com as coisas que eu não sei dizer? Com as coisas que se perdem por calar, que pesam por não sair? Como lidar com as emoções borradas, escondidas?

Fico sempre a pensar no que fazer com essa verdade de que, querendo ou não, algumas coisas nunca saem de dentro de mim.

Ficam apenas no peito por alguma razão. Qual, eu ainda não sei.
.
.
PS: Peço desculpa pela minha ausência ultimamente em alguns blogs. Vou comentar aos poucos, com a devida atenção que merecem.
Obrigada a todos que deixam sempre sua essência e pra quem veio me visitar pela primeira vez nos últimos dias.

5 comentários:

Jéssica disse...

Talvez elas pertençam a você. E quando uma coisa pertence a outra, é bem difícil de tirar ou separar.

Não tente.

;**

Caféína disse...

Ai, estou com umas coisinhas presas aqui tb, mas minha mente diz q elas devem ficar onde estão...

Ana Amelia Teixeira disse...

esse foi escrito pra mim...
tenho certeza;
A melhor coisa é que com um tempo, aquele arrependimento que eu senti por deixar de esclarecer algumas coisas, ele simplesmente passa e não tem mais nenhum sentido...e não teria feito melhor escolha do que ter ficado calada;
bjuxx!!!!

Jacqueline Soares disse...

Tow procurando essa resposta amigahh...
=|...
Quando encontrar me avisa.. =p

Ane Talita disse...

"Como lidar com as emoções borradas, escondidas?"

também ando querendo saber...Já tô quase explodindo com certas coisas dentro do peito...

beijos, bonita