sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Bem.

Mas só muito tarde, eu dizia comigo. Só muito tarde eu vou ficar bem, eu pensava.
Soa superficial eu dizer que eu andava mal e quando eu menos esperava, fiquei bem, insuportavelmente bem? Se soa ou não, pouco me importa. Mudei meu estado de espírito e não preciso que acreditem nisso para ser real.
Está tudo uma bagunça, mas uma bagunça gostosa de ver, de não querer sair do emaranhado, e desejando que fique tudo mais bagunçado ainda.
Porque eu ando respirando coisas que fazem bem, mesmo quando eu não entendo o que elas estão fazendo comigo.
Porque eu não preciso pedir ternura, não preciso desejar uma reciprocidade, uma atenção. E não implorar, e ainda assim receber tudo isso, me transforma, deixa em mim o verdadeiro, a vontade de chegar mais perto e continuar desfrutando desse bem maior que chegou.

Que seja doce.

13 comentários:

Daniel Abreu disse...

"O que for, que seja doce. Que seja doce. Sete vezes, que é pra dar sorte..."

Na nossa bagunça encontramos nossas coisas.

=)

Layz Costa disse...

Já disse Dan, na nossa bagunça encontramos nossas coisas.
;)

Van, eu sei que as coisas estão se encaixando e sei também que virão textos lindos, divinamente inspirados pra nós;

beeijo Van, boa semana
=*

.Intense. disse...

Que bom que vc não disse 'que seja eterno'...

(o comentário desse moço aqui em cima me dxou pensando coisas...)

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

doçura faz da vida uma vida de paz;
doces são tão bons; porem trazem caries :x

:*

Jéssica disse...

If i could be sweet, be sweet.

Olha, assim é o amor. Ele não precisa de um retorno pra existir. E nem de outra pessoa.

=D

;*

Conde Vlad Drakuléa disse...

Nada como ter uma bagunça organizada!
Beijos do conde!

Ane Talita disse...

Que tudo seja doce, querida...

algumas bagunças são extremamente necessárias...;)

Dual disse...

Olá gironzolavo entre os blogs e aqui estou a saudá-lo em suas férias uma!

Janete Andrade disse...

lembrou-me uma frase caio f. abreu 'mudei, e não preciso que acreditem na minha mudança para que tenha mudado', qdo a gente muda alguma coisa, mesmo assim do nada, a gente se sente tão bem, e num tá nem aí se as pessoas pensam isso... :)

BRIGADAAA, boa sorte pra tb mulher! ;}

**=

Nally [^^] disse...

Nossa!
Me sinto assim também.

E obrigada por comentar la no ''Com açúcar e com afeto ...''.

Beijão linda!
^^

Layz Costa disse...

Van, reli esse texto e te digo que será deliciosamente DOCE;
tô apaixonada por essa história, essa nova fase sua.
hahaha
;)

beeijo =*

TOOP disse...

ô coisa boa!

Respirar o novo sempre faz bem.

;)

Pequena Poetiza disse...

que doce sejas meu bem
e nada de mal há em viver em meio a bagunças rsrs

bjos