sexta-feira, 27 de novembro de 2009

O Essência and me.

A verdade é: com o tempo fui percebendo o quanto tenho mudado minha forma de escrever e o blog ficou meio bagunçado, mesmo que eu nunca tenha tido a intenção de dar um segmento concreto pra ele. Pessoal ele sempre foi, hoje ele é demasiado pessoal. São poucas as vezes que uso subjetivismo por aqui, que resumo sentimentos em prosa.
Eu amo escrever mesmo que não faça sentido pra ninguém. Me sinto livre e tenho dimensão do quanto essa paixão só tem a crescer. Assumo que esse blog vai continuar sendo demasiado pessoal, tou vivendo a intensa descoberta de mim. Preciso falar sobre mim, minha vida. O essência vai continuar girando em torno no meu umbigo e é o que me faz feliz. Um mundo meu, uma lugar que ninguém pode tocar.

3 comentários:

Lalia Suassuna disse...

O blog continua lindo e tudo o que você escreve faz sentido pra mim. Não deixe de expor tuas ideias, teus sentimentos por aqui pois as pessoas, assim como eu se identificam muito com tudo que aqui é dito. Beijos

Day Pinheiro disse...

Que ninguem pode tocar, mas pode se deliciar demais da conta, só lendo. Isso mesmo. Nao deixe de escrever, não deixe. A gente gosta.

.Intense. disse...

Te falar q levei um susto daqueles qdo comecei a ler o post no Reader. Achei que tu ias dizer 'e isso vai mudar'.

Sempre que falo em essência, lembro de ti, e do blog. Sempre fui defensora de que, mude o tanto que mudar, cada pessoa tem sua essência, algo que nada vai recriar, ou alterar. E qdo seu blog surgiu - não sei se na blogosfera, ou na minha vida - tive certeza disso. E, se ele traz sua essência, assim tem de ser.

;)