quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

um lado infantil ( quase) sem remédio .

Há um lado em mim que não cresceu, um lado infantil, terrivelmente infantil. Sou criança mimada que chora quando me gritam, que não sabe esperar, que tem um paladar que não evolui.

Meus maiores prazeres alimentares são; comer chocolate, biscoito passatempo, beber nescau, devorar salgadinhos e cia. porcarias. Só como pão pela manhã se tiver um líquido, mas não pode ser água. Não gosto de comer salada e feijão. Como na marra. Não gosto de remédios.

Morro de medo de atravessar a rua. Desenho tudo rabiscado e pinto muito mal. Sou meio desastrada. Quer dizer, muito desastrada, sabe? Meio levada, pareço mesmo uma criança que não adquiriu noção de espaço. Quando não me dão colo quando quero/preciso, acho que fui rejeitada.

Sou meio possessiva( era segredo interno). Gosto das pessoas pra mim. Tem gente que eu nem quero dividir. Conto mil vezes a mesma história e faço muitas perguntas. Tenho pesadelos e acordo assustada. Faço birra, implico com pessoas e objetos, muitas vezes sem motivo plausível.

Esse lado que nunca cresce tá dando um trabalhão em colocar ele pra amadurecer. Mas posso falar uma verdade? Tem coisas que não tem jeito não, que é meu, ninguém tira, nem eu quero.

5 comentários:

Y a s h a disse...

Ah, flor... E se eu disser que tenho muito disso em mim... Que sou essa "criança mimada que chora quando me gritam, que não sabe esperar, que tem um paladar que não evolui." E sabe? Só como feijão na marra, também. haha.

Se eu for falar o quanto tem de mim no que você escreveu, vou acabar colando o texto todo aqui. Enquanto lia parecia que eu mesma tinha escrito. Incrível. :x
Possessiva? am? oi? huahsuahsu;

:*

.Intense. disse...

melhor estilo 'meu lado Peter Pan'.
tão lindo, tão puro, e tão seu - pq postado como se fosse defeito? seria vc mesma se mudasse?

pura essência.
e, se for defeito, lembra: 'nunca se sabe qual defeito sustenta nosso edificio inteiro...'

;)
;*


ps.: seu post daqui debaixo ficou perfeito! ^^

Curvelo disse...

Tenho muito de tudo que disse em mim, e creio ser algo comum a todos. =]

Y a s h a disse...

anayasha@hotmail.com

:*

Day Pinheiro disse...

E estas são as flores do seu jardim. Estas caracteristicas te definem, te completam. E são talvez tua maior arma de sobrevivência, da qual não podes abrir mão.
Não queira 'crescer', se isso significar perder toda tua essência.

Ps. Também A.M.O passatempo.