quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Um adeus e um começo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí, entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número, e outra vontade de acreditar que daqui para diante vai ser diferente.
  
Carlos Drummond de Andrade


Não vejo a hora de 2009 dizer adeus. Foi um ano difícil, de períodos bastante dolorosos, mas de muito aprendizado. Sei, é clichê... mas é a pura verdade. Enlouqueci em algumas horas, enlouqueci meu namorado que se manteve ao meu lado o tempo todo, desacreditei de muita coisa e agora tô aqui, viva, crescida alguns anos em apenas um.

Cansei do ano e cansei também de reclamar. Cansei de reclamar que estou cansada, que o ônibus anda lotado, que as pessoas são mal educadas. Cansei de falar que odeio meu trabalho. Cansei de reclamar que minha pele tá feia, que tô sem roupas. Que queria um ano só pra estudar, que minhas amigas sumiram, que o juros do cartão é um absurdo, que minha poupança anda pouca, que eu perdi na universidade federal depois de um ano de cursinho, que um muro de ideias me separam da minha mãe. Cansei de me alimentar com frustrações.

Estou agora sarando as feridas desse ano, secando as lágrimas e fazendo novos planos. Tou com energia pra fazer tudo diferente, ser mais forte, otimista, ser mais eu. Fugir da realidade pode ser em muitas horas válvulas de escape, mas vivê-la é muito melhor. Assumir sua  vida, cuidar dela, descartar o que não presta é tudo muito real pra deixar em segundo plano.

Quero gastar meu tempo amando, abertas à novas pessoas, novas ideias. Bem, 2010 nem começou, mas de hoje em diante já passei a ter outra vida aqui no meu mundo. Quero me permitir.

Não sou quem pensei que iria ser aos 20, mas sou quem escolhi. E eu escolhi viver bem, respeitando quem eu vejo no espelho todos os dias.

5 comentários:

Day Pinheiro disse...

É, a gente cansa mesmo.
Nada como o final de ano, pra nos dar a sensação de renovação e de que tudo vai ser diferente!
Eu ainda quero acreditar que será.
Boa sorte pra gente no ano novo!!!
Muito boa sorte!

Layz Costa disse...

Af, 2009 foi mesmo cansatiiiivo! =/
Mas foi um ano de amadurecimento, de crescimento, de verdades ditas a nós mesmo sem intenção...
Saiba que tudo isso nos leva a um 2010 melhor, mais fortes, mais experientes, mais amor.
beijo Van, eu ando sumida mesmo porque a UEFS tá com o calendario louco, louco e a gente não teve férias do 1 semestre pro segundo, e o segundo semestre veio com TUDO que tem direito. --'
Mas tá acabando, tô me recuperando!
beijo =*

Jacqueline Soares disse...

Pois eh amiga, eu ando igualzinha a vc. mas tbm aprendi muita coisa, muita mesmo.
Tbm to cansada, quero que ele se váh logo, como se isso resolvesse todos os problemas, mas pelo menos nos dá esperança de recomeçar de um modo diferente.
espero que nesse conhecer novas pessoas, n esqueça das velhas, de mim..

te amoo..

saudade do tamanho do word!

Olga disse...

cansei tambem. nunca tinha sido tanta pressao na minha vida como eu senti esse ano.

Mulherzinha Sim! disse...

Olá, obrigada pela visita ao blog. Volte sempre!!!

Quanto ao post, amo esse poema do Drumond! E te desejo que você tenha um 2010 de muita novidade.

Bjo