quinta-feira, 10 de abril de 2008

Dando um tempo


Creio que preciso de um tempo. Me afastar um pouco daqui, uma semana ou duas.
Ando me sentindo bagunçada, preciso de uma organização dentro de mim.

Quando as coisas não estão devidamente no seu lugar, não consigo exteriorizar nada por meio de minhas palavras...
Ultimamente, todas as vezes que penso em escrever, isso me aflige. Já faz tempo que não produzo uma frase que dê entusiasmo a continuar.

Sei que não virá nada de produtivo. Rabisco papéis, não concluo frases, trechos. Quando estou assim, o melhor a fazer é respirar e deixar que essa fase passe. Por agora, eu parei. Mas eu volto, não costumo deixar as coisas que amo.


Faz tanto frio, faz tanto tempo que no meu mundo algo se perdeu - Paralamas do Sucesso

4 comentários:

Tom disse...

Nada melhor do que um dia após o outro para que as coisas melhorem.
Beijos!

www.indicacao.wordpress.com

André Logan disse...

O negócio é deixar rolar... sempre vai haver um dia em que nos sentiremos desse jeito.

FINA FLOR disse...

vá ver um pôr do sol no unhão, em pleno sábado, com jazz, que o frio passa, bela!

estive por aí, aaaaaaamo.

beijos e bom feriado

MM.

Maria Fernanda disse...

E não volta?