sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Saudade que não vai....


"Amor aos montes, por todos os cantos e esquinas."
Faz exatamente um ano que conversávamos na varanda vendo o dia se despedir, quando ficamos sabendo da notícia que mudaria o rumo das coisas, da sua vida e até então, da minha.
Faltavam poucos dias pra você ir, ir buscar o que queria, atrás da coisa bonita que falávamos tanto.

Em poucos dias eu perderia um afago diário.

Não queria chorar, não queria que você chorasse. Chorei por dois dias seguidos.
O fato é que você possui uma doçura especial, acho que é pelo seu jeito desordenado de falar, de revirar os olhos quando algo desperta sua atenção.
Sentir saudades...

E pra falar a verdade : eu ainda sinto. Sinto saudades todos os dias que, no caminho de casa, eu não tenho onde parar pra contar coisas sem importância alguma.
A um amigo-primo-irmão

8 comentários:

Pequena Poetiza disse...

a saudade nunca vai
ela é a única que sempre fica
e quanto mais nao queremos lembrar dela
é quando mais lembramos

triste é essa dinâmica da vida que muda muda
mas feliz dela que permite que enquanto alguns se afastam outros se aproximem
é preciso ver as luzes que estão no nosso caminho
e tb perceber que nem sempre a distância física quer realmente dizer distância

bjos meu bem

Rosangela disse...

Saudade...

AS mais mais amena, as vezes mais intensa...POrém sempre presente...

Beijos no teu coração

ninguemsabe disse...

opaaa... desculpa o sumiço... já estou de volta!
saudades é uma coisa especial... descobri que nem todo mundo é capaz de sentir isso e as pessoas que sentem devem considerar-se privilegiadas! :)
beijão

Jana disse...

Saudade e' um sentimento bem forte, ne? Que tem seu lado ruim, mas por motivos bons. Espero que a saudade seja compensada com a felicidade dele e com a sua tambem :)

Caféína disse...

Eu sinto saudades de um monte de gente!!

Lydia disse...

Saudade? Quem justifica isso?
Sinto saudade constantemente...
Beijão!

Y a s h a disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Y a s h a disse...

Senti um arrepio vindo da ponta dos dedos até o último fio de cabelo :~
Aconteceu exatamente a mesma coisa comigo, e ele foi morar num outro estado, sinto saudade excruciante dele, como se me faltasse um dente da frente. E a maioria dos meus textos em que fala de saudade são pra ele, entre tantos outros, ela parece não se esgotar nunca, e eu quero que ela fique como lembranças de dias bons, e na espera que ele volte a bater na minha porta o mais rápido possível. Meu amigo-primo-irmão.

;*