quarta-feira, 14 de abril de 2010

poderia ser outra, mas sou eu.



Poderia ser outra, mas sou eu. Fervente. Poderia ser outra, mas sou eu. Ciumenta, extasiada. Poderia ser outra, mas sou eu. Descompassada. Ardo em amor.

Os cacos do meu coração eu deixo escondido. Quando preciso, só exibo pra dividir a dor. Não tem mistério, só peço carinho, silêncio e espaço.

E um chocolate pra repor serotonina.

4 comentários:

Michele disse...

Poderia ser você, MAS ESSA SOU EU!

Fervente e achocolatada!



Um beijo, lindona!
Boa noite!


:)

Jacqueline Soares disse...

-'. Poderia ser outra, mas se fosse, não teria graçaa...É amigaaa..
De novoo...
E agora mais real do que qualquer antes que existiu...
Dessa vez, eu n estou na frente, correndo desesperada... ele tah do meu lado, me dando mais carinho que eu preciso.!
Te amoo!
Até domingo...

Pequena Poetiza disse...

posso didivir meu chocolate com vc =]

beijos

Biih Dias disse...

Estava eu aqui lendo seus textos antingos e encontrei esse com o qual me identifiquei muito. Você nem imagina o quanto!
Também sou assim: fervente, ciumenta, descompassada, amo ardentemente. E costumo dividir a dor exibindo meus sentimentos. Ah e chovolate pra repor a serotonina .. rs
Poderia ser vc, mas somos todas nós assim "Fervente(s) e achocolatada(s)!" ;)